Industry 4.0
A 4ª revolução industrial
A Indústria 4.0
Crowe Portugal
31/01/2019
Industry 4.0
Indústria 4.0
Indústria 4.0 - A 4ª Revolução Industrial

O conceito Indústria 4.0 surgiu inicialmente na Alemanha e encontra-se em crescente disseminação pela Europa e resto do mundo. Assente em mudanças tecnológicas significativas na produção e na interligação entre as diversas fases da cadeia de valor, é vista como uma oportunidade para elevar os padrões de competitividade mundial no sector industrial. Com o avanço tecnológico e introdução destas novas tecnologias, a indústria produtiva tem evoluído para uma maior interligação de sistemas (desde a robótica à inteligência artificial), permitindo um elevado grau de customização de processos e de adequação dos produtos às necessidades individuais de cada consumidor. Este novo paradigma industrial - Indústria 4.0, face à crescente globalização e “dependência” social da IoT, é reconhecido como a 4ª Revolução Industrial. Esta é então caracterizada pela fusão entre mundo físico (objetos), digital (virtual) e biológico (humanos), ou seja, onde objetos e máquinas se fundem com redes informáticas, facultando mecanismos de apoio à decisão.

Suportada no uso crescente e intensivo da internet no quotidiano, quer no contexto pessoal como profissional, e na forte conetividade com o mundo digital, esta revolução é caracterizada pela combinação de um conjunto de tecnologias que atuam em toda a cadeia de valor das organizações, e que permitem o desenvolvimento de processos mais fiáveis, mais rápidos, mais flexíveis e menos onerosos. Referimo-nos às novas tecnologias de inteligência artificial, computação quântica, robótica, entre outras.

Com o passar dos anos e com a rápida evolução tecnológica, o consumidor tornou-se bastante mais informado e exigente na qualidade dos produtos que compra. Com a facilidade de acesso e de conetividade à internet este consegue, com alguma facilidade, comparar características e custos dos produtos disponíveis no mercado, antes de efetivar a decisão de compra. Este cenário e esta exigência de adaptação aos gostos e às necessidades do consumidor, potenciou o aumento de competitividade entre mercados.

Numa era caraterizada pela digitalização, o ambiente competitivo tornou-se mais forte e gerou inúmeras oportunidades de crescimento para as empresas, através dos novos modelos de indústria inteligente, que permitem às empresas de manufatura ter ao seu dispor processos mais eficientes, autónomos e customizáveis.

Assim, do conceito de Indústria 4.0 resulta uma indústria com elevada capacidade de produção e customização em massa de produtos capazes de satisfazer as exigências e necessidades dos consumidores.

Esta revolução, para além do impacto positivo na indústria produtiva, também marcou o setor secundário. Com a fusão entre o mundo físico e o mundo virtual, a separação entre o setor secundário e o setor terciário torna-se menos evidente, ao integrar as tecnologias digitais aos produtos industriais. Desta fusão, são incorporados os serviços de comunicação digital com a indústria.

Os principais pilares de implementação do conceito da indústria 4.0, que visa tornar as máquinas mais eficientes e autónomas, foram:

  • Big Data Analytics
  • Internet of Things
  • Inteligência artificial
  • Computação
  • Segurança

Para além dos pilares de implementação acima referidos, será importante mencionar outros conceitos que foram fundamentais para a implementação da Indústria 4.0, entre eles a Terciarização da Indústria, Integração em Tempo Real, Modelarização, Transparência de Informação, Virtualização, Interoperabilidade, Descentralização, Assistência Técnica.

Impactos da Indústria 4.0

A indústria 4.0 é já uma realidade bastante presente na indústria mundial, contribuindo para a automatização e terciarização da indústria, baseando a manufatura em partilha de dados e tecnologia de automação e apoio à decisão. Ainda em crescimento, já criou impacto nos indicadores operacionais das empresas. O conceito da indústria 4.0 é marcado por:

  • Aumento de rentabilidade;
  • Diminuição de custos de operação;
  • Melhoria da qualidade dos produtos;
  • Melhoria de processos;
  • Aumento da satisfação do cliente.

Esta nova revolução industrial é, sem dúvida, uma potencial oportunidade para enfrentar e eliminar barreiras associadas à competitividade. Cabe às empresas e seus administradores tirar partido de todos os seus benefícios e vantagens, de forma a impulsionar a competitividade e sucesso do seu negócio.

Como a Crowe pode ajudar

Esta revolução industrial será uma excelente oportunidade para a Indústria Portuguesa aumentar a sua eficácia, reduzir perdas, melhorar procedimentos e aumentar a sua competitividade. Será um percurso longo, mas indispensável para Portugal se destacar a nível global.

Dispomos de uma equipa altamente qualificada e diversificada disponível para auxiliar na identificação e concretização de oportunidades desde apoios ao investimento, angariação de parceiros, melhorias de processos, entre outros, com o principal foco na redução de custos e aumento de rentabilidade para os mais diversos setores de atividade dos nossos clientes.