A saúde mental dos colaboradores tornou-se um aspeto crucial para o sucesso de qualquer empresa

A saúde mental dos colaboradores tornou-se um aspeto crucial para o sucesso de qualquer empresa

11/10/2023
A saúde mental dos colaboradores tornou-se um aspeto crucial para o sucesso de qualquer empresa

No mundo VUCA que hoje temos (volátil, incerto, complexo e ambíguo), e no cenário empresarial altamente competitivo e dinâmico em que vivemos, cada vez menos local e tradicional, mas global e virtual, a saúde mental dos colaboradores tornou-se um aspecto crucial para o sucesso de qualquer empresa, pois estas são feitas de Pessoas.

Depois da pandemia e  com o impacto das redes sociais e do mundo digital, os problemas comportamentais têm tido um impacto nas rotinas tradicionais das empresas e afectam as organizações de forma significativa. Assim, mitigar o impacto destes problemas é fundamental, e é esse o papel da Psicologia enquanto ciência do comportamento de excelência, para ajudar as empresas e os seus administradores e gestores de recursos humanos a saber o que fazer com eles.

Assim, para além de evidenciarmos, de forma resumida os problemas comportamentais mais significativos e habituais que vemos, não só na nossa experiência, mas também na literatura científica, apresentamos recomendações de boas práticas para garantir um ambiente de trabalho saudável. Mais do que isso, queremos mostrar como investir na área comportamental e na saúde mental, pode impulsionar os resultados financeiros e o bem-estar geral da sua empresa.

Desta forma, os 3 Problemas Comportamentais Habituais que mais encontramos nas empresas portuguesas que damos apoio são:

  • ANSIEDADE, STRESS e BURNOUT: Colaboradores sobrecarregados com tarefas e pressões constantes são propensos a desenvolver stress e burnout. Essa exigência resulta em produtividade reduzida, aumento do absenteísmo e queda na satisfação no trabalho.
  • DESMOTIVAÇÃO: A falta de motivação pode ser contagiosa e afetar todo o ambiente de trabalho e cultura organizacional. Colaboradores desmotivados têm um menor comprometimento e, consequentemente, entregam resultados insatisfatórios.
  • CONFLITOS INTERPESSOAIS: Conflitos não resolvidos por falhas significativas de comunicação e liderança que prejudicam a harmonia no local de trabalho, impactando negativamente a colaboração e a coesão da equipa.

Por exemplo, uma empresa de 30 funcionários apenas, tem o impacto médio anual de 150.000 Euros de perda de produtividade, entre o absentismo e o presentismo. É por isso que servir com ciência do comportamento as empresas é fundamental.

REGISTO GRATUITO
Webinar: A Psicologia Organizacional e a sua importância no panorama empresarial 
Assim, pelo que foi dito e depois deste exemplo com apenas 30 pessoas, partilhamos também algumas recomendações gerais de Boas Práticas de saúde mental no tecido empresarial:

1) PROMOÇÃO DA CONSCIENCIALIZAÇÃO: Inicie programas de desenvolvimento pessoal e sobre saúde mental, com consultores do comportamento especializados em Psicologia Clínica ou das organizações, conforme as necessidades, para que os colaboradores compreendam a importância do assunto, combatam o estigma, e saibam como procurar ajuda quando necessário.

2) FLEXIBILIDADE NO TRABALHO: Ofereça opções de horário flexível e a possibilidade de trabalho remoto para ajudar os colaboradores a equilibrar as suas vidas pessoais e profissionais. O futuro do trabalho tende a ser híbrido (presencial e remoto).

3) APOIO PSICOLÓGICO: Disponibilize serviços de aconselhamento psicológico confidenciais para funcionários que enfrentam dificuldades EMOCIONAIS, pois todos têm problemas e só não tem quem não conhecemos.

4) TREINO DE COMPETÊNCIAS DE LIDERANÇA: Capacite os gestores para que sejam líderes sensíveis às questões de saúde mental, capazes de identificar sinais precoces e agir de maneira apropriada e respeitem as diferenças entre todos, para puxar o melhor de cada um.

5) CULTURA DE RESPONSABILIDADE INDIVIDUAL E INCLUSÃO: Promova o assumir de responsabilidades individuais, com delegação específico de tarefas, para além de uma cultura de inclusão e diversidade, onde os colaboradores se sintam valorizados e respeitados, independentemente de sua origem, género ou condição de saúde. Mas sempre ancorado na responsabilidade do que cada um assume, e não na expectativa do que o outro vai dar ou deve dar.

Investir em Saúde Mental é Investir no Sucesso Empresarial:

Não se trata apenas de um gesto altruístico, mas de uma estratégia empresarial sólida.

Colaboradores saudáveis mentalmente são mais produtivos, criativos e leais à empresa. Além disso, a reputação e estatuto da organização como um local de trabalho melhora na imagem pública, no verdadeiro sentido de responsabilidade social, que valoriza o bem-estar dos funcionários, e que, como consequência, atrairá talentos e clientes.

COMO A CONSULTORIA COMPORTAMENTAL PODE AJUDAR A GANHAR MAIS COM AS MESMAS PESSOAS:

Para aprofundar esses conceitos e implementar práticas eficazes nas empresa, recomendamos as empresas a fazerem workshop de desenvolvimento pessoal personalizados com ciência, metáforas e exemplos, para a sua equipa ou palestras de Natal sobre comportamento e saúde mental em temas como responsabilidade e liderança, na medida em que, com conhecimento e experiência, as empresas aumentam a probabilidade de se tornarem mais saudáveis e prósperas.

Terminamos com a mensagem de que investir na saúde mental dos seus colaboradores é um investimento no futuro da sua empresa. Juntos, podemos criar um ambiente de trabalho mais feliz, produtivo e bem-sucedido, assim como reduzir o turnover, o presentismo e absentismo.

A nossa experiência a ajudar pessoas e empresas, confirma que cuidar e manter a saúde mental, tanto na vida pessoal como empresarial, custa sempre menos do que remediar ou recuperar.

É por isso que Mudamos pelo que Fazemos.

Nota: Artigo publicado no portal Rede do Empresário.

Serviço de Consultoria Comportamental da Crowe

Artigos relacionados

A Psicologia Organizacional desempenha um papel vital no cenário empresarial.
Os riscos psicossociais provocam um desequilíbrio nos colaboradores e nas organizações.
Veifique o seu estado físico e emocial com a Checklist Burnout
O Burnout traz custos económicos e de produtividade às empresas, assim como prejudica a saúde dos trabalhadores.
A Psicologia Organizacional desempenha um papel vital no cenário empresarial.
Os riscos psicossociais provocam um desequilíbrio nos colaboradores e nas organizações.
Veifique o seu estado físico e emocial com a Checklist Burnout
O Burnout traz custos económicos e de produtividade às empresas, assim como prejudica a saúde dos trabalhadores.

Contactoss

Temos ao seu dispor uma equipa formada por profissionais altamente qualificados e experientes nas áreas em que operam.
Fotografia Ivandro Monteiro
Ivandro Monteiro
Associate Partner
Advisory